Download PDF
ads:
FLÁVIO ANTÔNIO ALVES DA COSTA
A IGREJA PRESBITERIANA CONSERVADORA
DO BRASIL – UMA QUESTÃO DOUTRINÁRIA
Dissertação apresentada à Banca Examinadora da
Universidade Presbiteriana Mackenzie, como exigência
parcial para obtenção do tulo de Mestre em Ciências da
Religião.
Orientador: Prof. Dr. Antonio Gouvêa Mendonça.
ads:
Livros Grátis
http://www.livrosgratis.com.br
Milhares de livros grátis para download.
2
São Paulo
2007
FLÁVIO ANTÔNIO ALVES DA COSTA
A IGREJA PRESBITERIANA CONSERVADORA
DO BRASIL – UMA QUESTÃO DOUTRINÁRIA
Dissertação apresentada à Banca Examinadora da Universidade
Presbiteriana Mackenzie, como exigência parcial para obtenção
do título de Mestre em Ciências da Religião.
BANCA EXAMINADORA
______________________________________________________________________
Professor Dr. Antonio Gouvêa Mendoa
Universidade Presbiteriana Mackenzie
______________________________________________________________________
Co-Orientador Professor Dr. João Baptista Borges Pereira
Universidade Presbiteriana Mackenzie
ads:
3
______________________________________________________________________
Professor Dr. Lísias Nogueira Negrão
Universidade de São Paulo
AGRADECIMENTOS
Ao Deus, criador e sustentador dos céus e da terra, sendo Ele a razão mor que dirige os meus
passos e daqueles que estão nesta jornada e, que nos redime.
À minha amada família: Tânia, Filipe, Ana Flávia e Henrique. À minha esposa, que depois da
salvação em Cristo, é o meu consolo e estímulo na superação dos obstáculos; meus filhos que
representam e simbolizam os nossos sonhos e esperanças de melhores dias.
Aos doutores siameses: Dr. Antonio Gouvêa Mendonça e Dr. João Baptista Borges Pereira
independentes no pensamento – a minha gratidão pelo incentivo e pelo espírito fraterno com os
quais conduziram este trabalho e como pude me relacionar com vocês. Obrigado pelas
diretrizes seguras, pelos conselhos constantes e pela paciência para comigo. Sem a
competência de ambos, este trabalho não seria possível de ser concldo.
À dra. Márcia Mello Costa De Liberal, que demonstrou interesse e apoio em relação à
realização desta Dissertação.
Ao Doutor sias Nogueira Negrão, pelos comentários e sugestões oportunas apontadas no
decorrer do exame de qualificação.
À Heloísa Archero de Araújo, pesquisadora e responsável pelo acervo do Centro de
Documentação e História “Rev. Vicente Themudo Lessa”, da Primeira Igreja Presbiteriana
Independente de São Paulo, de fina cultura e delicadeza, conhecedora das reminiscências
Independente.
Ao Rev. Izael Lopes, um dos decanos do ministério da IPCB, conhecedor de nossa língua
portuguesa, pelo trabalho de revisão ortográfica.
4
Ao Instituto Presbiteriano Mackenzie, por conceder-me a bolsa de estudo, viabilizando esse
meu sonho.
Aos demais irmãos na fé, especialmente, nas Igrejas Presbiterianas Conservadoras nas quais
exerci o meu pastorado, pelas orações.
COSTA, Flávio Antônio Alves da. A Igreja Presbiteriana Conservadora – Uma Questão
Doutrinária, São Paulo, Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2007.
SINOPSE
A implantação do Protestantismo, particularmente do Presbiterianismo, em
nossa Pátria foi iniciada pelo missiorio Rev. Ashbel Green Simonton no ano
de 1859. No quadro existente do século XIX, ainda que o Catolicismo romano
estivesse desorganizado e quase na condição de abandono na Sé Romana,
mesmo assim era a maior força religiosa. O Presbiterianismo de missão passa a
ser um contraponto de opção para os patrícios.
A trajetória do Presbiterianismo, no seu longo processo de implantação,
desenvolvimento e estruturão, é marcada por sucessos e rupturas internas.
Em 1888, o Presbiterianismo torna-se autônomo administrativamente, dando
origem a Igreja Presbiteriana do Brasil. Contudo, o Presbiterianismo não se
mantém como um movimento protestante homogêneo. Em 1903, ocorre o
primeiro cisma e assim surge, no cenário nacional brasileiro, a Igreja
Presbiteriana Independente do Brasil.
Passados alguns anos, mais precisamente trinta e sete anos, é deflagrado um
debate teológico dentro daquela igreja. Os debates representam as tendências e
as correntes já existentes ali. O elemento que desencadeia a ruptura é a chamada
doutrina das “Penas Eternas”.
Além da pedra de toque” apresentada acima, a presente dissertação apresentará
outros aspectos que indiretamente contribuíram para a organização da Igreja
5
Presbiteriana Conservadora do Brasil; e como esta Igreja se consolidou no
cenário do Protestantismo nacional.
Palavras-chave: História; História da Igreja; Presbiterianismo de Missão; Intelectualismo;
Confessionalismo; Penas Eternas; Liberalismo Teológico; Fundamentalismo Teológico.
COSTA, Flávio Antônio Alves da. A Igreja Presbiteriana Conservadora – Uma Questão
Doutrinária, São Paulo, Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2007.
ABSTRACT
The implantation of the Protestantism, particularly of the Presbyterianism, in
Brazil began in 1859 with the work of the Presbyterian missionary Rev. Ashbel
Green Simonton. At that time, even though the Roman Catholicism was
disorganized and almost abandoned by the Roman Catholicism, it was powerful.
The Presbyterian Mission started to be an option for the natives in Brazil.
The Presbyterianism, in its long implantation process, development and
structuring, was marked by successes and internal schisms. In 1888, the
Presbyterianism became administratively independent, giving origin to the
Presbyterian Church of Brazil. However, the Presbyterianism did not remain as
a homogeneous Protestant movement. In 1903 the first schism appears in the
Brazilian national environment, giving rise to the Independent Presbyterian
Church of Brazil.
Some years later, more precisely thirty seven years, a theolo