Download PDF
ads:
I
ONALDO
P
EREIRA DA
S
ILVA
Cro,noj
Cro,noj Cro,noj
Cro,noj e Kairo,j
Kairo,j Kairo,j
Kairo,j na Du,namij
Du,namij Du,namij
Du,namij do Espírito
Santo, a partir da leitura de Atos 1,6-8.
Dissertação de Mestrado
Dissertação apresentada como requisito parcial para a
obtenção do grau de Mestre de programa de Pós-
Graduação em Teologia Bíblica do Departamento de
teologia da PUC-Rio.
Orientador: Prof. Dr. Frei Isidoro Mazzarolo
Rio de Janeiro
Março de 2007
ads:
Livros Grátis
http://www.livrosgratis.com.br
Milhares de livros grátis para download.
IONALDO
PEREIRA
DA
SILVA
Cro,noj
Cro,noj Cro,noj
Cro,noj e Kairo,j
Kairo,j Kairo,j
Kairo,j na Du,namij
Du,namij Du,namij
Du,namij do Espírito
Santo, a partir da leitura de Atos 1,6-8.
Dissertação apresentada como requisito parcial para a
obtenção do grau de Mestre de Programa de Pós-
Graduação em Teologia Bíblica do Departamento de
Teologia da PUC-Rio.
Orientador: Prof. Dr. Frei Isidoro Mazzarolo
Rio de Janeiro, 07 de Março de 2007
ads:
Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
total ou parcial do trabalho sem autorização da
Universidade, do autor e do orientador.
I
ONALDO
P
EREIRA DA
S
ILVA
Graduou-se em Filosofia pela Faculdade Eclesiástica de
Filosofia João Paulo II Seminário São José Rio de
Janeiro, em 1999. Graduou-se em Teologia pelo
Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese de São
Sebastião do Rio de Janeiro - Seminário São José Rio
de Janeiro, em 2002.
Silva, Ionaldo Pereira da,
At 1,6-8: cro,noj e kairo,j na du,namij
do
Espírito Santo a partir da leitura de Atos 1,6-
8 /
Ionaldo Pereira da Silva; orientador: Isidoro
Mazzarolo. Rio de Janeiro: PUC, Departamento
de Teologia, 2007.
v. 121f. : 30 cm
Dissertação (mestrado) –
Pontifícia Universidade
Católica do Rio de Janeiro, Departamento de
Teologia.
1. Teologia
Chronos; Kairós e Dýnamis do Espírito Santo. 4.
Atos dos Apóstolos. Pontifícia Universidade
Ca
tólica do Rio de Janeiro. Departamento de
Teologia. II. Mazzarolo, Isidoro. III. Título
Agradecimentos
Ao meu orientador, Professor Dr. Frei Isodoro Mazzarolo, pelo estímulo e
dedicação para a realização deste trabalho.
À Capes e à PUC-Rio, pelos auxílios concedidos, sem os quais este trabalho não
poderia ter sido realizado.
Aos familiares, pela atenção e compreensão nos momentos difíceis.
À Paróquia São Bartolomeu, pelas orações e demonstrações de carinho e
admiração.
Aos professores, que participaram da Comissão examinadora.
A todos os professores e funcionários do Departamento de Teologia, pelos
ensinamentos e pela ajuda.
Aos meus colegas da PUC-Rio.
Ao Seminário o José, que me deu a primeira formação teológica, tornando-se o
início de todo este projeto.
Aos amigos que, de uma forma ou de outra, estimularam-me ou ajudaram-me; de
modo especial, ao grande amigo Pe. José Roberto Rodrigues Devellard, a quem
dedico este estudo e agradeço por tudo que fez na minha caminhada religiosa e
humana.
A Deus, Obrigado, meu Senhor.
Resumo
Silva, Ionaldo Pereira da. Cro,noj e Kairo,j na du,namij do Espírito Santo, a
partir da leitura de Atos 1,6-8. Rio de Janeiro, 2007. 175 p. Dissertação de
Mestrado Departamento de Teologia, Pontifícia Universidade Católica do Rio
de Janeiro.
Qual o sentido do tempo na história do homem? Sabemos que vivemos no
tempo dos homens (cro,noj). Mas como diz a Sagrada Escritura: “não somos deste
mundo”, ou seja, não somos deste tempo. O próprio Cristo disse: “meu reino não é
deste mundo”. Diante dessas considerações, a dissertação faz uma exposição
atualizada dos termos cro,noj e kairo,j na du,namij do Espírito Santo - no sentido
de situar o homem na realidade do tempo, a partir da leitura blica de At 1,6-8 -
e, principalmente, dos termos cro,noj e kairo,j, exaurindo uma reflexão sobre a
ação do tempo na história do homem dentro da dinâmica da passagem do cro,noj
para o kairo,j; viver bem o cro,noj, reconhecendo, entretanto, que já chegou o
tempo da graça, o kairo,j: o Cristo que está entre nós.
A encarnação do Verbo qualifica todo este sentido de tempo: conhecemos
o antes e o depois de Cristo. Assim, Jesus Cristo é este grande qualificador do
tempo e a sua atuação no mundo nos traz três dimensões diferentes de tempo. O
estudo reflete sobre estes três tempos de atuação de Deus na história dos homens:
o tempo de Israel; o tempo de Jesus e o tempo da Igreja.
Deste modo, o estudo de cro,noj e kairo,j são refletidos à luz bíblica e
analisados na du,namij do Espírito Santo, através da exegese e da hermenêutica
bíblica, sistematizada e elaborada com oportuna pesquisa dos termos e sua atuação
nos três tempos de estudo, perpassando elementos primordiais de compreensão,
tais como: missão, testemunho e Igreja. Portanto, o estudo visa a colocar o leitor
em uma perspectiva de tempo, bem como refletir sua atuação neste tempo, no
cro,noj e no kairo,j, desejando que cada um saiba descobrir o verdadeiro kairo,j de
sua vida, a graça de Deus que se manifesta.
Palavras Chaves
Tempo – Kro,no
j
Kairo,
j
Du,namij
-
Atos dos Apóstolos
Abstract
Silva, Ionaldo Pereira da. Cro,noj and Kairo,j in du,namij of the Saint Spirit,
from the reading of Acts 1,6-8. Rio de Janeiro, 2007. 175 p. Dissertação de
Mestrado Departamento de Teologia, Pontifícia Universidade Católica
do Rio de Janeiro.
What is the sense of the time in men’s history? We know we are living in
the human time (cro,noj), but as the Sacred Scripture states: we are not from this
world”, or, we are not from this time. As Christ said: my kingdom is not from
this world”. Taking these facts into consideration, the report explains the updated
terms cro,noj and kairo,j under the du,namij of the Holy Spirit, in order to locate the
man in the reality of the time in the Holy Bible literature of At 1,6-8, persuing an
reflection about the of time in men’s history within the dynamic of chronological
age from cro,noj to the kairo,j, to live well the cro,noj, but keeping in mind that
the time of grace has already started, the kairo,j, the Christ among us.
The incarnation of the Verb qualifies this time sense as we know the before
and after Christ, and then Jesus Christ is the Major Qualifier of the time. His
Action within the world brings us three different perspectives of time. It reflects
about the three times of God Action over the men’s history: Israel time, Jesus
time and the Church time.
Thus, the study of cro,noj and kairo,j are reflected in the Holy Bible and
further analyzed within the du,namij of the Holy Spirit through the interpretation
and the exegesis of the Holy Scripture. A very careful research of these terms was
developed, considering very important elements of study: Mission, Testimony and
Church. This study intends to place the reader into the context of the time, leading
the reader to reflect this chronological time into her reality. In the cro,noj and in
the kairo,j, wishing that men and women shall know how to discover the true
kairo,j in their lives. May each person be able to discover the grace of God shown
in every day life.
KeyWords
Time - Kro,noj - Kairo,j - Du,namijActs of the Apostles
Sumário
1. Introdução geral
10
1.1 – Justificativa 10
1.2 – Relevância 12
1.3 – Estado atual da questão 13
1.4 – Hipótese de trabalho 22
1.5 – Metodologia 24
2. Aspectos gerais do livro dos Atos dos Apóstolos
25
2.1 – Aspectos literários da obra de Lucas 25
2.1.1 – Composição e estrutura do livro dos Atos 29
2.1.2 – Gêneros literários dos Atos dos Apóstolos 39
2.1.3 – Língua e estilo de Atos dos Apóstolos 41
2.2 – O Contexto histórico dos Atos dos Apóstolos 43
2.2.1 – Autoria 49
2.2.2 – Data e fontes de Lucas 51
2.2.3 – Finalidade do livro dos Atos dos Apóstolos 54
03. Estudo da unidade: estrutura literária e análise de At 1,6-11
57
3.1 – Introdução ao estudo da unidade 1,6-11 57
3.2 – Contexto literário 62
3.3 – Delimitação do texto 63
3.3.1 – Texto antecedente 64
3.3.2 – Texto subseqüente 66
3.3.3 – O texto dos Atos dos Apóstolos
1,6-8 67
3.3.3.1 – Tradução e crítica textual de At 1,6-8 67
3.4 – Crítica literária de At 1,6-8 71
3.5 – Crítica da forma de At 1,6-8 75
04. O conceito de tempo a partir de Atos 1,6-8
80
4.1 – Introdução ao sentido de tempo 80
4.2 – A derivação de tempo no Antigo Testamento 82
4.3 – O sentido de tempo no Novo Testamento 86
4.4 –
Cro,noj
90
4
.5
Kairo,j
95
4.6 – Qual o tempo da Restauração? 101
4.7 – Estágios de tempo a partir da leitura de Atos 1,6-8 103
05. Tempos e épocas na du,nami
du,namidu,nami
du,namij
jj
j do Espírito em At 1,6-8
125
5.1 – A
du,manij
do Espírito Santo 127
5.2 – Tempos e épocas de Ação do Espírito Santo 130
5.3 – A missão da Igreja: de Jerusalém a Roma 136
5.4 – O testemunho como
du,namij
do Espírito Santo 139
5.5 – A Abertura da Igreja aos “confins da terra” 144
5.6 – Alguns aspectos da comunidade primitiva a partir de At 1,6-8 146
06. Conclusão
155
07. Referências Bibliográficas
163
Abreviaturas
a.C. – antes de Cristo
AncB – The Anchor Bible Commentary
At – Atos dos Apóstolos
AT – Antigo Testamento
d.C. – depois de Cristo
ed. – edição
e.g. – exemplo gráfico
LXX – Versão Grega da Bíblia ou Septuaginta
Lc – Lucas
Mc – Marcos
Mt – Mateus
NT – Novo Testamento
p. – página
par. – paralelos
pp. – páginas
RivB – Rivista Bíblia
Sec. – século
ss – seguintes
trad. – tradução
vol. – volume
Vulg. - Vulgata
1.
Introdução geral
1.1 – Justificativa
É um grande desafio estudar o livro dos Atos dos Apóstolos, por sua
especial importância para o conhecimento histórico e teológico dos primeiros
séculos de expansão da Igreja
1
, bem como, pela amplitude dos estudos que esta
obra pode oferecer para os leitores do Novo Testamento.
No livro dos Atos dos Apóstolos, encontramos um precioso documento
sobre a história primitiva da Igreja. O Livro nos mostra a formação das primeiras
comunidades e a expansão missionária da Igreja, que revela aos primeiros cristãos
a realização do plano salvífico de Deus na história do homem
2
.
Portanto, diante deste desafio de adentrar na experiência dos primeiros
cristãos, buscamos observar a magnitude das palavras blicas sobre a promessa
de Jesus relatadas nos Atos dos Apóstolos
3
:
avlla. lh,myesqe du,namin
evpelqo,ntoj tou/ a`gi,ou pneu,matoj evfV u`ma/j kai. e;sesqe, mou ma,rturej
(At
1,8)
4
.
1
ROBERTSON, A. T., Imágenes Verbales en el Nuevo Testamento, vol. III Los Hechos de los
Apóstoles. Barcelona: Libros CLIE, 1989, p. 7. Na Introdução da sua obra, o autor diz que se